Resenha: Bem Mais Perto, Susane Colasanti









Ficha Técnica:
Título: Bem Mais Perto
Autor: Susane Colasanti
Editora: Novo Conceito
Ano de Lançamento: 2012
Gênero: Literatura Infanto-Juvenil 
Páginas: 240
Preço Médio: R$24,90







Eu estava a procura de um livro calmo e com uma história que me prendesse, depois de ler The Walking Dead - A Ascensão do Governador e O Caminho para Woodbury em sequência só conseguia pensar em zumbies! E felizmente foi o que eu encontrei! 

Logo assim de cara, devo dizer, eu achei a Brooke assustadora! Ela tem a paixonite mais duradora que eu já vi! Todas as vezes que ela dizia que Scott é perfeito, o quanto se pertencem ou que foram feitos um para o outro eu pensava em entrar no livro e dizer "Querida vá procurar um médico!". Não sou fã das personagens como a Brooke, mas ela me surpreendeu fazendo a coisa certa, arriscando tudo e tomando decisões difíceis.

Brooke é filha de pais separados, morou em New Jersey até o final do segundo ano quando descobriu que seu amor platônico, Scott Abrams estava se mudando para Nova York. Sem pensar duas vezes ela decidi ir morar com seu pai em Nova York. Ela quer ter a chance de contar a Scott como se sente, mesmo que para isso tenha que mudar de cidade. Ela sempre sonhou com Nova York, mas nunca imaginou que chegaria lá seguindo um rapaz. Essa é a premissa central do livro. Além disso, o livro trata da relutância de Brooke em aceitar o que ela é. Brooke possui QI muito acima do normal. Tem capacidade de tirar as melhores notas do colégio inteiro, mas passou toda a vida escolar sendo medíocre como forma de protesto aos métodos de ensino. Por causa de sua genialidade ela logo chama a atenção na nova escolha e se torna monitora de John, um garoto de sua idade que sempre teve problema com as ideais escritas. A partir daí a história se desenvolve alternando bons e maus momentos.

Algumas cenas e alguns pensamentos de Brooke me incomodaram profundamente porque, acredito que a maioria das pessoas vai concordar comigo, aquilo é comportamento de perseguidores. É obsessivo. Uma pena que ela só percebe muitas destas coisas nos capítulos finais. A parte boa da história é como a mudança de cenário faz a personagem crescer. Com descrições belas e precisas de West Village a autora conquista o leitor. É impossível não se deixar levar por aquele clima urbano de Nova York e impossível não sonhar com os prédios, as lojas, e os parques. Brooke amadurece ao longo do livro e parte das mudanças que ela sofre dá uma nova perspectiva ao livro. É como se tivessem escolhido o assunto errado para colocar na sinopse ou ainda como se houvesse dois livros em um.

O livro é apaixonante e engraçado! Uma frase que lembra Bem mais perto logo de cara é "As vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele." 

Bem Mais perto não é um romance bobo, é daqueles romances que te mostra o verdadeiro valor das coisas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário