Resenha: Todo dia, David Levithan








Ficha Técnica:
Título: Todo dia
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Ano de Lançamento: 2013
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Páginas: 280
Preço Médio: 20,00




Sabe aquele livro leve e suave para ler? Esse é Todo dia e essa é a história de A.
Imagine ser como ele, acordar todo os dias em um corpo diferente, viver vidas que não são suas, amar pais e mães e irmão que não são seus, conversar com amigos que não sabem que quem está ali não é você. Será que seria tão ruim assim ou você poderia se acostumar?

Para A, esta é a realidade. Ele já se habituou a ela. Passa seus dias na vida de outras pessoas tentando não fazer a diferença, tentando ser aquelas pessoas. Até que ele acorda no corpo de Justin, e conhece sua namorada, Rhiannon.

Justin não está nem aí para ela, mas Rhiannon o ama de verdade. E agora A ama Rhiannon, perdidamente. Ele vê o que ela é, ela pode não ser a pessoa mais bonita exteriormente, mas o coração é o que importa para ele.

E é ai que A deixa tudo sair dos eixos, pois ele precisa que Rhiannon fique em sua vida, precisa que ela saiba quem é ele. E tem de saber o quanto ele a ama. É quase impossível para ela acreditar nessa história absurda... Mas será que o impossível não pode ser mágico também?

Porém não é só isso... Na corrida para encontrar Rhiannon, um dos hospedeiros de A, nota sua presença em seu corpo e está atrás dele. A seria o diabo ou algo parecido?

Pontos positivos: Leitura agradável, texto leve e jovial.

Pontos negativos: O final não é muito bom, fiquei meio sem entender. Acontece muito rápido e não há explicação alguma para um determinado fato que ocorre.

Bom... Espero que gostem. Boa leitura! ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário