Resenha: O Casamento




Ficha Técnica:
Título: O Casamento
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Ano de Lançamento: 2012
Gênero: Romance
Páginas: 224
Preço Médio: 24,90









"O casamento" é uma continuação de "O Diário de uma paixão" e esse livro de Nicholas Sparks é um dos meus livros favoritos. Conta a história de como Noah e Allie se apaixonam em um verão, e perdem o contato por 14 anos e depois se encontraram novamente. Sua história de amor é verdadeiramente inspiradora e comovente, e, apesar de todas as dificuldades que tiveram que enfrentar, ainda conseguiram manter a magia em seu relacionamento vivo. O mesmo não aconteceu com sua filha Jane e seu marido Wilson, cuja história é contada no casamento.

Sentado a seu lado no sofá, eu soube que ainda amava Jane tanto quanto no dia de nosso casamento. No entanto, ao olhar para ela, ao reparar pela primeira vez na forma distraída como ela relanceou os olhos para o lado e na postura inegavelmente triste de sua cabeça, de repente percebi que não tinha certeza de que ela ainda me amava. (p. 12)

Wilson não poderia ser mais diferente do romântico pai de Jane, Noah. Ele não é do tipo romântico, ele não é bom em expressar seus sentimentos e trabalhou muito durante todos os anos do seu casamento que, como resultado, ele e Jane ficaram distantes. Mas apesar disso tudo, ele ainda está loucamente apaixonado por ela. Infelizmente, ele percebe que ela não se sente da mesma maneira sobre ele. Então, determinado a salvar seu casamento, ele tenta mudar e se tornar um marido melhor, partindo de simples detalhes do dia-a-dia, a participar em tempo integral dos preparativos para o casamento de sua filha. Agora, tendo em mente os magníficos 50 anos de casamento de seus sogros como um guia, Wilson luta para encontrar o caminho de volta para o coração de sua amada esposa. Ele quer fazer algo especial para seu aniversário de 30 anos, mas duas semanas antes dessa data, sua filha Anna anuncia que vai se casar. Ela quer um casamento pequeno, sem complicações e Jane, que nunca teve um casamento de véu e grinalda que ela tanto desejava, pois seu marido, não acredita em Deus, a convence a ter apenas uma cerimônia civil.

Jane simplesmente não queria que terminássemos como um daqueles casais de certa idade que às vezes víamos quando íamos jantar fora e que sempre nos despertaram pena. Devo deixar claro que esses casais em geral se tratam com educação. O marido pode puxar a cadeira ou tirar o casaco da mulher, ela pode sugerir um dos pratos do dia. E, quando o garçom aparece, eles podem completar os pedidos um do outro com a experiência acumulada ao longo de anos (...) Depois que o pedido é feito, porém, os dois não dirigem mais a palavra um ao outro... Passarão a refeição inteira sentados como dois desconhecidos que por acaso estejam dividindo uma mesa. (p. 22) 

Mas acabei entendendo que amar é mais do que resmungar três palavrinhas antes de dormir. O amor é sustentado por ações, pela constante dedicação às coisas que um faz pelo outro diariamente. (p. 58) 

Qualquer um que teve um relacionamento que perdeu sua magia (e vamos dizer, quem não teve?) Vai se identificar com a história de Wilson e Jane. Eles são duas pessoas comuns, não há nada de notável sobre eles que os faz sobressair, e de certa forma, isso faz deles personagens bem comuns, mas também os torna reais. E ver o jeito que ele faz para consertar seu casamento é muito tocante. E o final com certeza vai surpreendê-lo. Embora o livro é um pouco sentimental, mas também oferece algum alimento interessante para o pensamento e faz você refletir sobre como um casamento velho pode ser salvo se ambas as partes estão dispostas a trabalhar duro para isso, em vez de simplesmente desistir.

Já reparou que, quanto mais especiais são as coisas, menos atenção as pessoas parecem dedicar a elas? Parece que acham que elas nunca vão mudar. (p. 162) 

O livro é envolvente. Uma grande parte do livro é também dedicado aos preparativos para o casamento, que alguns podem achar chato, mas eu realmente gostei. O estilo de escrita é ótimo. Nicholas Sparks realmente tem um jeito com as palavras e, se você é do tipo romântica, este livro vai fazer você derramar algumas lágrimas. Em geral, "O casamento" é bem-escrito, romântico, sentimental e vai fazer você sorrir, chorar e pensar.


O que vocês estão esperando? Boa Leitura!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário