Resenha: Fruits Basket



Fruits Basket
Autora: Natsuki Takaya
Editora no Japão: Hakusensha
Editora no Brasil: JBC

Sinopse: A colegial Tohru Honda é uma menina esforçada e bobinha que estuda e trabalha como faxineira para pagar suas despesas e não dar trabalho para seu avô, um velhinho aposentado e agora seu guardião, já que ela recentemente perdeu sua mãe em um trágico acidente.Um dia, seu avô diz que irá reformar a casa e pergunta se Tohru pode ficar com uma de suas amigas até que a reforma termine,mas como Tohru não queria incomoda-las, ela decide morar sozinha em uma barraca. Yuki Souma, o garoto mais popular de sua sala, e seu primo Shigure Souma, proprietário do local onde Tohru estava "morando", encontram'na e a convidam para morar em sua casa até que a reforma terminasse. Ali ela conhece Kyo Souma, também primo de Yuki, e descobre um segredo dos Souma: a maldição dos 12 signos chineses, que transforma os membros da família em animais do zodíaco quando estão frágeis ou quando abraçados por pessoas do sexo oposto.

Fruits Basket, ou "furuba" como também é conhecido, é um mangá Shoujo (público alvo: meninas) escrito e ilustrado por Natsuki Takaya. O mangá conta com 23 volumes sendo seu 1º volume lançado em 1999, no Japão, pela editora Hakusensha e, no Brasil, em 2006 pela editora JBC. O mangá foi um grande sucesso, tanto que nos EUA foi o segundo mangá mais vendido de 2004, o seu sucesso deu-se devido á cativante história envolta de magia, mistério e até mesmo de tristeza.
Como a história gira em torno da misteriosa maldição dos 12 signos, ao descobrir novos personagens (mais Soumas!!!) vamos também entendendo suas histórias, o sofrimento de cada um e como eles evoluem com o passar do tempo. A personagem principal, na minha opinião, é o ponto mais forte da história, já que,assim como os Souma, Tohru evolui e amadurece bastante sem deixar sua inocência e seu jeitinho fofo e bobinho de ser.

Em 2001 foi lançado o anime de Fruits Basket, dirigido por Akitaro Daichi (também responsável por "Bokura Ga Ita") e produzido pelo estúdio DEEN (Beyblade, Ranma ½ etc.) com apenas uma temporada contendo 26 episódios ao todo. A história no anime é bem mais curta e é equivalente á história do volume 1 ao volume 6 do mangá (se eu não estou ficando louca) e nem todos os personagens da história aparecem. O anime não é de todo ruim, mas o fim me deixou decepcionada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário