Resenha: Distopia, de Kate Willians, por Michelle Pereira








Ficha Técnica:
Título: Distopia
Autor: Kate Willians
Editora: Arwen
Ano de Lançamento: 2015
Gênero: Ficção / Distopia
Páginas: 318
Preço Médio: R$31,90





Geeeente! Hoje tenho uma resenha linda pra vocês, minha última do ano, pra fechar 2015 com tudo em cima: Distopia, da autora nacional (e um orgulho), Kate Willians. 

Resenha essa, de um livro da editora Arwen, nossa parceira, e que tem publicado diversos livros de autores nacionais, valorizando os talentos que temos dentro do país.

Bora?

No futuro, a organização mundial mudou. Agora ela é dividida em quatro regimentos: Norte, Sul, Leste e Oeste.

No regimento do Norte, as pessoas são divididas em duas classes: governantes e governados. Os primeiros, são, obviamente, os que governam, aqueles que detém o poder. Eles são privilegiados, vivem uma vida confortável, em uma casa grande, dentro dos muros. Os governados não tem essa sorte: eles recebem pouco e igualmente, conforme o trabalho que realizam, vivem fora dos muros, naquele lugar desprovido de cores. Ah, e o mais importante: todas as suas crianças, ao completarem sete anos são levadas ao regimento para serem treinadas como soldados.

Cruel, não?

Mas estas são as leis.

Em Distopia você conhecerá as duas partes dessa história. De um lado, a família do coronel, do outro, uma trupe de novos soldados.

Thiago, Ângelo, Lucas e Nicolas fazem parte da mesma equipe no regimento. Lá eles são treinados por Enzo, um homem/soldado honesto e bom. Ele mostrará aos meninos o melhor lado de seu treinamento, o melhor lado de um sistema tão cruel. Totalmente o contrário do sargento, cruel e perverso, que fará o que puder para machucar as crianças em seus testes.

Laura é filha do coronel, e uma governante. Não que ela acredite no sistema que seu pai lidera. Ela apenas tem de aceitar. E ela não é uma garota comum, como se esperaria que fosse. Laura não gosta dos vestidos rodados, dos sapatos de salto, de parecer uma boneca. Ela é uma garota forte, de cabelos desgrenhados, e cheia de vida. E que quer aprender a manusear armas, assim como os garotos do regimento. (Ela conseguiu, mas não ficou muito satisfeita ao descobrir que seu armamento seria o arco e flecha, hahaha)

Ela e Thiago (e seus amigos, é claro) se esbarram desde que eram crianças, em festas no regimento e até mesmo na casa do coronel. E bom, digamos que foi amor infantil a primeira vista, que evoluiu para um amor mais maduro na adolescência.

A parte um do livro começa com o encontro dos dois, já adolescentes. Thiago, espancado e humilhado pelo sargento e seus capangas, é deixado sozinho para voltar ao regimento com as próprias "pernas", quando Laura aparece para ajudá-lo, indignada e triste por atos que ela sequer cometeu. E a propósito, Laura não estava onde deveria estar, hahaha. Uma princesa fugida de seu castelo?

Distopia nos mostrará a força de Laura, sua coragem e seu cabeça quente. E em contra-partida, Thiago, com sua generosidade, honestidade e tranquilidade.

É uma história que possuí uma cadência mais amena e que girará em torno do que já expus, e ainda, da insatisfação por um sistema de governo tão injusto (principalmente da parte de Thiago).

O estopim para uma grande revolta será a morte de um personagem muito importante, durante um dos treinamentos promovidos pelo sargento. Que personagem é esse? Vocês terão de descobrir lendo Distopia, hehehe.

Querem minha opinião? Achei a história muito foda, bem escrita e com personagens verdadeiros e palpáveis. Já falei isso para a própria Kate, a história dela é real, são pessoas reais ali, com sentimentos, com alegria, com sorrisos, com tristeza e sofrimento e pesar. 

São personagens próximos de nós, como vocês verão nas páginas do livro.

Outra coisa que preciso dizer é sobre o final, não vou revelá-lo, é claro, mas queria dizer que foi incrível. É um final que não trai a história, que é coerente. Isso me deixou animada. Kate foi muito madura escrevendo-o, e isso é muito admirável.

Espero que vocês leiam, e depois me contem se concordam comigo, hein?

E se vocês curtiram e se interessaram pelo livro, ele está em promoção no site da editora Arwen até dia 04 de janeiro de 2016, nesse link.

Hugs!

12 comentários:

  1. Meus olhos encheram-se de lágrimas, que felicidade ler essa resenha, que sentimento bom você me trouxe. Mais uma vez obrigada Miih, sua opinião é muito importante pra mim e só me motiva a continuar, adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh que lindo, Kate! Eu é que agradeço por ler um livro tão bom! Sou sua fã agora e sempre =D

      Excluir
  2. Oi. eu acho a capa desse livro sensacional e tenho Muita vontade de lê-lo. eu gosto quando os personagens se aproximam de nós, como você bem disse na resenha :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian!
      Não deixe de ler, é um livro muito bom mesmo =D

      Excluir
  3. Oi Michelle.

    Eu li distopia através de Book Tour e pretendo adquirir meu exemplar para minha coleção. A história realmente é incrível e não vejo a hora de ler a continuação.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kênia!

      Não é mesmo? Adorei a história! =D
      Aproveite que até amanhã o livro está em promoção no site da editora

      Bj

      Excluir
  4. Oiee,
    estou super ansiosa para ler esse livro e confesso que com um pouco de receio. O livro tem ganhado vários comentários na blogosfera e isso por um lado é bom e por outro nem tanto, pq se cria uma expectativa que pode ou não ser alcançada. Enfim, estou super curiosa para conferir e espero que possa fazê-lo logo.

    Biejos,
    http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa!!!
    Confesso que ja tinha visto o livro em livrarias, mas não tinha visto a sinopse e nem visto nenhuma resenha até o momento.
    Gostei muito e com certeza entrará para a lista de 2016!
    Bjus

    Viviana
    devoreumlivroeoufilme.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha, Michelle!
    O livro parece realmente ser muito bom.. Os autores nacionais vem se diferenciando dentro dos temas trabalhados e eu acho isso sensacional...
    Mais um para minha Wishlist rs

    Bjo
    Bom ano pra vc!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu já tinha visto esse livro nas redes sociais, mas não sabia do que se tratava. Se fosse pela capa não compraria, mas conhecendo a história gostei muito do enredo e fiquei curiosa para saber como essa história vai desenrolar.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Michele,

    Quando uma é história é incrível como parece que é esta nos animamos a ler incansavelmente e como você colocou que o livro é foda, me chamou atenção, afinal eu uso esta expressão quando não encontro nenhuma outra para expressar meu êxtase com alguma coisa. Hahaha. Não conhecia o livro e fiquei curiosa para saber todo enredo e conhecer este sistema de governo que é injusto, já sei que vou ficar brava e talvez revoltada com isso, mas vamos lá.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  9. Uau, que resenha Michelle. Fiquei muito curiosa quando você disse que um dos personagens morre :O
    Isso não estragou em nada a história? Preciso ler esse livro, socorro. HAHA

    ResponderExcluir