Primeiras Impressões: Deixe-me entrar, de Letícia Godoy, por Michelle Pereira



Hello, people!

Quem aí gosta de passar mal com primeiras impressões de livros? 

Eu adoro me torturar lendo esses primeiros capítulos que autores disponibilizam nesses projetos, e não foi diferente com Deixe-me entrar, da minha nova diva Letícia Godoy.

A família de Jeanne foi acusada de bruxaria, e por isso, queimada na fogueira, em praça pública. Não satisfeita, a população da cidade foi até a casa da garota, para matá-la também. 

Contudo, antes disso acontecer, Gerard, o grande amor de Jeanne, chega a mansão para avisá-la do que irá acontecer. 

É, ali, que descobrimos alguns bons fatos sobre o livro: Gerard é um vampiro e sua raça tem caçado a raça de Jeanne, na busca por uma solução para o "problema" com o sol. E claro, a família dela recusou-se a fazer isso. Como eles poderiam viver em paz liberando tais demônios à luz do dia?

E ainda ali, no quarto de Jeanne, ela pede que seu amado a mate (ao invés de sofrer nas mãos de um desconhecido) e faz um promessa: ainda que morra agora, ela retornará e encontrará Gerard. 

Gerard, por sua vez, acaba por prometer a si mesmo voltar a ser um homem frio e cruel. 

Feito isto, somos "catapultados" para a atualidade, onde Julianne Ipswich estuda em um colégio interno na Suíça, mas que tem sua volta para casa, na América, adiantada. 

Há tantos anos sem ver a família, ela nem mesmo consegue decidir se ainda os ama ou não. 

Ainda mais com os laços que criou com um casal de professores do internato. Tão doces e amorosos, por que não amá-los? E ela sabe que sofrerá com a distância entre eles. 

Contudo, o que ela deveria fazer quando seus "pais adotivos" revelam ser vampiros? Julianne é muito "pé no chão" para acreditar nisso, mas e se?



Gente, a narrativa da Letícia foi tão envolvente e tão linda que nem sei o que dizer! Eu adorei tanto as primeiras páginas de Deixe-me entrar que não sei se vou sobreviver! <3

É tudo tão surreal e ao mesmo tempo real. Espero, em breve, ter o livro em mãos para poder devorar tudo. A elegância e a fluidez dessa pequena leitura me conquistaram. 


Espero que conquiste vocês também!

Hugs!

2 comentários:

  1. Ahhh que linda! Muito obrigada, minha querida. Essas palavras muito me anima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem agradeça! Você merece todos os elogios, Letícia! ;)

      Excluir