RESENHA - VIOLETAS NA JANELA DE VERA LÚCIA M. DE CARVALHO, POR JANAÍNA OLIVEIRA








Ficha Técnica:
Título: Violetas na janela
Autor: Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho
Editora: Petit
Ano de lançamento: 1993
Gênero: Romance Espírita
Páginas: 214
Preço médio: R$19,90




Olás!

Há muito tempo venho querendo ler esse livro, Violetas na janela. Na minha ignorância, acreditava que ele fosse um livro da Zíbia Gasparetto (Devo ter pensado que não existia muitos autores espíritas), mero engano.

Fazendo um pequeno parêntese, Vera Lúcia Marinzeck é uma médium espírita brasileira que desde a infância apresenta a sua mediunidade, na forma de clarividência (faculdade por meio da qual o médium, sem empregar os sentidos, toma conhecimento do mundo exterior)

Voltemos ao livro. Sou iniciante nesse gênero literário, esse é o segundo livro que leio. O primeiro foi “Nada é por acaso” da autora Zíbia Gasparetto e que você pode ler a resenha aqui no blog.

Violetas na janela é um livro que relata a desencarnação de Patrícia, sobrinha de Vera Lúcia Marinzeck, isso mesmo a autora do livro. Patrícia nos conta de maneira carinhosa e explicativa como foi a experiência de despertar em outro mundo e como foi sua adaptação. Ela também nos explica sobre as Colônias, uma espécie de cidade onde os espíritos em adaptação vivem aprendendo sobre a nova vida e sobre como ajudar os encarnados e desencarnados que necessitam de ajuda e vivem no Umbral.

Na Colônia onde vive, Patrícia aprende a controlar suas necessidades físicas e também aprende a ser útil com trabalhos que ajudam os outros.

Achei muito interessante todo relato de Patrícia, e com toda certeza fiquei com muitas dúvidas. Achei estranho que muitas coisas no plano espiritual são reflexos da nossa vida na terra, mas pelo que entendi, isso existe por um tempo, até que nos adaptemos a nova vida, depois todos esses reflexos passam a não existir. Por exemplo, há uma espécie de televisão que com permissão dos superiores é possível visualizar os familiares encarnados. Talvez exista mesmo algum “objeto” que possibilite isso, não duvido, mas achei estranho. Pra quem imagina várias "coisas" sobre o outro plano, chega a ser um pouco confuso.

Acredito que de um modo geral, precisamos ter crença em algo ou a alguma coisa, desde que não interfira na vida de outrem, sem fanatismos. Acho que tudo em nossa vida e pós vida, possui algum sentido que ainda são desconhecidos e muito das vezes ignorados também. Acho que vale a pena a reflexão.

Abraços e até a próxima!

21 comentários:

  1. Oi Janaina,
    O único que li foi Nada é por acaso, e adorei. Fiquei curiosa quanto ao enredo desse, especialmente porque não li mais livros desse gênero. Já anotei a dica aqui. Obrigada!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olha, já li alguns livros desse segmento, mas Violetas Na Janela,é o meu preferido! Não sou espirita, mas toda essa narrativa transcrita por Vera, me confortou e me acalentou porque acho que todos, se não, apenas eu mesmo, tenho um medo horroroso do além vida.
    Amo muito esse livro!

    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Janaina,
    Crer em algo é essencial para nos mantermos sãos, pelo menos é o que penso.
    Li esse livro há muito tempo e, se te serve de consolo, quando era mais nova pensava que ele era da Zibia também. A Vera é uma autora incrível e você deve ler outras obras dela.
    Gostei muito de ter lido sua resenha, eu lembrei o que senti ao ler esse livro e fiquei bem tentada a reler.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Menina, eu também sempre pensei que fosse um livor de Zíbia Gssparetto. Eu não gosto muito de livros do gênero e mesmo não gostando tem alguns que me chamam atenção. A premissa é bem interessante mas não é algo que eu compraria para ler.

    ResponderExcluir
  5. Oi. Tudo bem?
    Eu não gosto de livros do gênero, por uma série de motivos, mas acredito que o livro precisa tocar alguém e precisa fazer com que o leitor tenha prazer lendo. Não o leria, mas achei bem interessante alguns pontos e feliz por sua resenha tão completa.


    beijo!

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Livros espíritas, ou de qualquer cunho religioso, dificilmente entrarão para a minha lista de leituras.
    Não sou religiosa. Não tenho certeza se acredito em uma "além vida", então livros do gênero não me chamam a atenção.

    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Eu também sou muito iniciante nesse gênero, comecei a ler alguns a pouco tempo. De certa forma somos um pouco cego sobre a escritora kkk. Tmbm não conheço muito autora espíritas e Zíbia era a única que li também kkkk. Tipo você achar que só o Nicholas escreve romances melosos kkk. Adorei a resenha e espero me aventurar nessa história e espwrimentar outras escritoras do ramo. Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Este é o típico livro que eu jamais leria. Não gosto dessa coisa de psicografia e acho que isso estimula muitos charlatões por aí. o enredo é intrigante e bonito, mas sinceramente, eu duvido muito que alguém que já faleceu, tenha de fato, "ditado" esta história para a autora.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. OI, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro, mas confesso que não curto muito livros do gênero. Já li um uma vez e não gostei.
    Todos temos nossos pontos de vista, né? Que bom que curtiu a obra e refletiu.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu conheço esse livro há muitos anos por ser o preferido de meu pai, mas nunca li exatamente por não entender bem os conceitos explicados nele. Acredito que, para entender melhor livros espíritas, é necessário ler primeiro O Livro dos Espíritos, de Alan Kardec. Com esse livro tudo fica extremamente claro e acredito que a leitura teria sido muito mais proveitosa para você.

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Sou espírita e conheço esse livro a tempos porém nunca tive a oportunidade de lê-lo.Que bom que você gostou da leitura e refletiu em cima dela.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu já li alguns livros do gênero e confesso que por mais que não caia de amores por eles, acho as obras bem interessantes.
    Esse livro é bem famoso e muito bem comentado pelas pessoas. Não é uma leitura que eu faria, mas acho bacana que ele esclareça alguns pontos do "pós-vida".
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Hey!
    Eu nunca li nenhum livro desse gênero, e pra ser sincera, não acho que me agradaria muito, isso porque eu não acredito nesse tipo de coisa (acredito em Deus, mas em medium...). Enfim, minhas crenças de lado, não tenho certeza que me embarcaria numa leitura dessa, mas se o fizesse, seria apenas para o conhecimento cultural. Gostei da sua resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Janaína! Tudo bem?
    Faz algum tempo que não leio nada espírita, mas já li alguns livros.Esse livro não me atrai, já tentei ler duas vezes e não vai, não consigo passar dos primeiros capítulos. Então nem vou tentar uma terceira! parabéns ela resenha!
    Bj

    ResponderExcluir
  15. Oi!!!

    Já vi esse livro e o meu conhecimento veio através de uma amiga muito querida que é espirita e disse que esse livro esclarecia muita coisa. Nunca li, mas eu gosto de romances espiritas, acho que os mesmos sempre trazem reflexão, mesmo não sendo dessa religião. Pelo que percebi ao mesmo tempo que livro esclareceu alguns pontos o mesmo também desencadeou perguntas. Mesmo assim pretendo ler. Beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Eu nunca li livros com esse estilo, mas já tinha ouvido falar de violetas na janela. Tenhobcuriosidade sobre os livros do gênero e espero poder ler um deles logo, mas acho que não vou começar por esse por conta dos elementos meio confusos que você citou.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. este foi um dos primeiros livros que li depois que me tornei espírita. Agora sou mais espiritualista e acredito em diversas religiões. Mas te dou a dica de não acreditar em tudo o que os livros te colocam em primeira mão. Vá lendo vários e tirando conclusões porque às vezes é meio estranho algumas coisas que se lê. Se você quer entender um pouco mais leia o livro dos espíritos. Li tanta coisa ema alguns livros que depois descobri não serem verdadeiras.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Jana, tudo bem? Eu sou kardecista e esse foi o primeiro livro espírita que li na vida. Inclusive o tenho até hoje. É um livro com uma história linda e que nos faz refletir e muito.
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Não sigo nenhuma religião mas gosto dos livros espíritas. Esse livro eu li há um bom tempo atrás, e foi um dos melhores que li do gênero até agora. A história dela é muito interessante. Eu gostaria muito de acreditar fielmente em tudo que é relatado lá, mas levo mais como uma ficção. Mas mesmo assim, é uma leitura que me atrai bastante.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  20. Também sou iniciante no gênero por isso procuro livros mais leves, quero ler o livro mesmo que contenha vários elementos diferentes do que já li. Normalmente não gosto de livros de mais de uma autora, mas veremos...

    ResponderExcluir
  21. Oi Janaína, tudo bem?
    Eu morro de vontade de ler esse livro, eu curto esse enredo mais espiritual e acho que ele traz uma proposta muito bacana. Gostei da trama envolvida. Estou bem curiosa e com toda certeza lerei logo que tiver uma oportunidade. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir